CONSULTAR CAIXA PIS – VEJA TUDO O QUE PRECISA

CONSULTAR PIS

Você provavelmente já ouviu falar ou leu algo sobre o PIS. Ele é falado todo ano, mas inúmeras pessoas ainda têm grandes dificuldades e dúvidas para receber o benefício do PIS. Inclusive muitas delas não sabem o significado e nem mesmo como fazer para ter acesso a ele. Aprenda a Consultar PIS.

É por isso que viemos te ajudar a compreender mais sobre esse benefício governamental.

Organizamos esse artigo para facilitar a sua vida. Vamos te mostrar como funciona a consulta para você se manter sempre organizado.

Assim você terá maior controle do quanto ainda tem por receber e quando será seu pagamento.

Se informe com a gente tudo que você precisa saber a respeito da sua consulta PIS e não saia mais por aí cheio de dúvidas e receios.

Se você estiver interessado em saber mais sobre consultar o PIS, te convidamos a continuar a leitura desse artigo.

Separamos algumas informações para você!

Ótima leitura!

Consultar o PIS: tudo que você precisa saber sobre esse assunto

Todos nós sabemos da dificuldade de entender sobre alguns benefícios que são oferecidas pelo Governo. Muitas pessoas ter dificuldades para entender seu funcionamento. É o caso do PIS, que vários cidadãos não são informados de como podem consulta-lo.

Viemos para trazer maiores esclarecimentos quanto a esse assunto.

A consulta do PIS pode ser feita de diversas maneiras. Vamos apresentá-las para que você decida qual forma é a mais apropriada para o seu dia a dia.

  • Consulta pela internet

Nos dias de hoje o acesso à internet é muito grande e muitos brasileiros tem contato com as redes. Seja em casa, o no smartphone, com internet de rede móvel.

Essa é uma maneira muito fácil para fazer de consultar PIS, pois você consegue fazer sua consulta a qualquer hora e lugar, em um momento de folga, em um intervalo entre um compromisso e outro, só basta estar com celular na mão.

Para obter acesso ao seu PIS e fazer sua consulta pela internet, basta entrar no site da Caixa Econômica Federal e procurar pela seção Portal do Cidadão Caixa.

Para ter acesso total é necessário que você se cadastre no portal Caixa.

Não há nada de complicado aqui! É um processo simples e não burocrático.

Para o cadastro basta preencher os campos com informações básicas, que inclui o número do seu PIS/PASEP. Para finalizar, você deve criar uma senha de acesso.

Apesar da internet ser uma ferramenta que muitas pessoas utilizam para facilitar várias coisas da vida, ela ainda é uma novidade para muitas outras pessoas.

Além de que uma parcela da população ainda não tem acesso a ela, e oura parte ainda tem dificuldades com essas tecnologias.

Por isso que nesses casos, a melhor escolha para consultar o PIS é ir diretamente a uma agência da Caixa Econômica Federal.

É importante levar em mãos o cartão cidadão, um documento de identificação com foto e o seu cartão PIS.

Ao chegar na agência Caixa, procure ajuda de um dos atendentes e peça para que ele te auxilie na consulta do seu PIS, para em fim você saber tudo sobre a disponibilidade do seu dinheiro.

  • Consulta pelo telefone

A terceira e última opção de consultar seu PIS, é através do telefone da Caixa.

Essa é uma boa maneira para quem tem dificuldade com o uso da internet e para aqueles muito atarefados ou que moram distantes de uma agência Caixa.

O processo é simples: basta ligar no número 0800 726 0207, de segunda a sexta-feira, das 8h às 22h ou aos sábados das 10h às 16h.

Para obter as informações desejada pelo telefone, como saldo, a data do pagamento e tudo relativo ao seu PIS, é só você informar ao atendente as informações pessoas que eles solicitarem, para terem a certeza que você é a pessoa responsável pela conta.

Com essas informações você não terá mais dúvidas do funcionamento do PIS. Agora você já conhece diversas maneiras de se consultar o PIS e saber tudo que acontece com o seu dinheiro.

  • E agora, você já sabe o que fazer com o valor que você receberá?

Essa é uma grande oportunidade de fazer aquela viagem que há tempos você deseja. Ou fazer a revisão do carro que em 2016 não foi possível.

Pode também trocar aquele móvel que já virou um empecilho, ou aquele eletrodoméstico que está por um fio. O IPVA que sempre aperta o início do ano. Já pensou em sempre utilizar do seu PIS para esse fim? É uma ótima ideia para não sair do seu orçamento!

São inúmeras coisas que precisamos no nosso dia a dia, e que com o PIS podemos organizar e realizar esses desejos e necessidades.

Nesse artigo você descobriu as múltiplas maneiras de consultar o PIS, esperamos que as informações tenham sido uteis e ajudado você!

PIS – um assunto que merece um pouco mais da sua atenção

Você já deve ter ouvido falar sobre o PIS, mas o que acontece é que notamos que muitas pessoas ainda têm dificuldades para saber o que significa e como pode ser beneficiado com ele. Esse benefício atinge muitos trabalhadores no Brasil e queremos ajudar a cessar as dúvidas mais recorrentes.

Esse artigo veio para falar um pouco desse assunto que é tão importante para a economia e para o nosso orçamento.

Vamos facilitar a sua vida e te informar tudo o que é necessário que você saiba em relação a essa questão.

Desejamos que após a leitura desse texto você possa ficar mais informado e não tenha mais preocupações em falar dessa situação.

Se você quer saber mais sobre o PIS, continue a ler o nosso artigo.

Tenha uma boa leitura.

PIS: tudo que você precisa saber sobre esse benefício

Trouxemos para você tudo que é necessário que saiba esse benefício do Governo Federal.

Responderemos as perguntas mais frequentes sobre o PIS. Acompanhe:

  • Afinal, o que é o PIS?

O PIS – Programa de Integração Social é um benefício de extrema importância do Governo Federal. Ele beneficia uma grande quantidade de trabalhadores formais no Brasil.

Abono salarial, como é conhecido pelos trabalhadores, pode ser chamado também de décimo quarto salário.

O pagamento do PIS acontece todos os anos para todos os funcionários de empresas privadas que foram registrados e que estão de acordo aos requisitos obrigatórios do programa.

  • Qual o valor para o PIS em 2017?

O valor estabelecido para PIS é referente a um salário mínimo atual, é até por isso que é conhecido como décimo quarto salário.

Para o trabalhador receber esse abono salarial, é necessário que tenha trabalhado 30 dias com registro em carteira no ano anterior, ou seja, para receber o abono completo em 2017, o cidadão deveria ter somado 30 dias de trabalho registrado em 2016. Caso não tenha 30 dias completos, a nova regra para 2017 é que esse cidadão irá receber proporcional os dias trabalhados.

  • Quando retirar o PIS?

O calendário do PIS de 2017 já está pronto e foi organizado de acordo com os meses do ano.

Para facilitar a sua vida, vamos compartilhar com as datas para você já se preparar para fazer sua retirada:

Quem nasceu em:

JULHO – recebe de 28/07/2016 a 30/06/2017

AGOSTO – recebe de 18/08/2016 a 30/16/2017

SETEMBRO – recebe de 15/09/2016 a 30/06/2017

OUTUBRO – recebe de 14/10/2016 a 30/06/2017

NOVEMBRO –recebe de 21/11/2016 a 30/06/2017

DEZEMBRO – recebe de 15/12/2016 a 30/06/2017

JANEIRO –recebe de 19/01/2017 a 30/06/2017

FEVEREIRO – recebe de 19/01/2017 a 30/06/2017

MARÇO – recebe de 16/02/2017 a 30/06/2017

ABRIL – recebe de 16/02/2017 a 30/06/2017

MAIO – recebe de 16/03/2017 a 30/06/2017

JUNHO – recebe de 16/03/2017 a 30/06/2017

  • Quem pode ter direito ao PIS?

É possuidor do direito de receber o abono salarial, o trabalhador que seguir os seguintes quesitos:

  • Estar com o PIS inscrito no programa de integração social por no mínimo 5 anos.
  • Ter somado 30 dias de trabalho com carteira assinada no ano anterior.
  • É necessário que não haja pendência no Ministério do Trabalho
  • O rendimento salarial não deve ultrapassar o valor de 2 salários mínimos.

Nota-se que para receber anualmente o benefício do Governo Federal, é necessário seguir com alguns passos.

Se você se interessa em receber o abono nos próximos anos, já estão as dicas fundamentas para você usufruir desse bônus no seu orçamento.

  • Como sei se é PIS ou PASEP?

Essa é uma grande dúvida que assombra uma grande parcela das pessoas.

Como sei diferencias o PIS do PASEP? Quais as principais diferenças entre elas?

É importante saber que o abono salarial todo ano é pago para todos os trabalhadores registrados, sejam eles dos setores públicos ou setores privados.

Os funcionários que trabalham em empresas de iniciativa privada, vão sempre receber através do PIS, sacando o bônus na agência da Caixa Econômica Federal.

Já os trabalhadores dos setores públicos vão ter seu abono através do PASEP e terão que ir até uma agência do Banco do Brasil para poder efetuar o saque.

Para ambos os programas, as regras e o funcionamento são muito semelhantes. O que difere um do outro é apenas o calendário de saque. Uma vez que o PIS é de acordo com a data de nascimento do funcionário o PASEP distribui através do último número no NIS

  • Como saca?

O PIS está diretamente e exclusivamente vinculado com a Caixa Econômica Federal. Portando o saque deverá ser feito diretamente em uma agência Caixa.

Outra opção é efetuar o saque através das casas lotéricas. Para tal, basta apenas estar com o cartão cidadão, senha cadastrada para transições e um documento de identificação em mãos.

  • Como posso consultar o abono salarial com facilidade?

Nada mais fácil que consultar o abono salarial sem ter que siar de casa, não é?

É por isso que a maneira mais fácil de se consultar é através da internet. O acesso é fácil e rápido. Basta entrar no portal da Caixa, com o número do seu PIS, se cadastrar e criar uma senha. Pronto! Você saberá tudo que precisar.

Espero que tenhamos ajudado a você entender mais sobre o PIS. Sua opinião é muito importante para nós! Deixe seu comentário abaixo!

PIS da CAIXA – você pode ter direito e nem sabe

Muitas pessoas possuem diversas dúvidas sobre o PIS da Caixa. Você também faz parte do grupo dessas pessoas? Se a sua resposta foi “sim”, então isso é um grande sinal de que esse artigo poderá lhe ajudar da melhor maneira possível.

Muito se fala sobre PIS da Caixa, mas poucas são as pessoas que realmente entendem sobre esse assunto. Acontece que todo o tema é algo que diz respeito ao seu interesse e principalmente de um direito seu.

Todos os anos é a mesma coisa e por conta disso as dúvidas se repetem, por exemplo: O que é o PIS da Caixa? Eu tenho direito? Como posso sacar? Como funciona? E por aí vai.

Esse assunto acaba sendo muito mais simples do que as pessoas imagem e nós vamos provar isso. Temos certeza de até o final desse artigo você já terá ampliado completamente os seus conhecimentos sobre o assunto.

Quer conferir mais informações sobre o PIS da Caixa? Então continue acompanhando esse conteúdo que foi desenvolvido especialmente para você que está com dúvidas sobre o assunto. Boa leitura!

PIS da Caixa: conhecendo mais sobre o assunto

Todos os anos surgem novos boatos relacionados com o PIS. Nós não vamos trazer nenhum tipo de especulação sobre o assunto e sim fatos que realmente são verdadeiros.

Confira o conteúdo a partir dos seguintes tópicos sobre o PIS da Caixa:

  • Mas afinal, o que é o PIS?

PIS é muito mais do que apenas um número. Através do Programa de Integração Social, o empregado pode ter acesso a benefícios que já foram pré-determinados em lei e ainda colabora efetivamente para o próprio desenvolvimento das empresas em um geral.

Foi através da Lei Complementar nº 7/19070, que todo o Programa de Integração Social – PIS – foi criado. O programa visava a integração do empregado dentro do setor privado, juntamente com o desenvolvimento de uma determinada empresa.

O pagamento do PIS é competência exclusiva da Caixa Econômica Federal.

  • O PASEP tem alguma coisa a ver com o PIS?

Nós consideramos que o PASEP está paralelamente ligado com a criação do PIS, a Lei Complementar nº 8/19070 instituiu o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP).

A União, Estados, Municípios, Distrito Federal e territórios contribuem para o fundo que é destinado aos empregados do setor público. O pagamento do PASEP é de responsabilidade do Banco do Brasil.

  • Como funciona

Até 04/10/1988, os empregadores fizeram contribuições que foram recebidas pelo Fundo de Participação PIS/PASEP. Foi aí que começou a distribuição dos valores devidos aos empregados.

Toda essa distribuição acontecia na forma de quotas proporcionais ao tempo de serviço e ao salário.

  • O Abono Salarial faz parte desse assunto?

Sim!

O Abono Salarial foi instituído pela Lei nº 7.998/90, que é equivalente ao valor de um salário mínimo que deverá ser pago seguindo um calendário anual estabelecido pelo CODEFAT aos trabalhadores que preencherem os requisitos previstos em lei.

Para ter direito ao Abono, o trabalhador vai precisar:

– Estar devidamente cadastrado no PIS há pelo menos cinco anos;

– Ter recebido uma média salarial de até dois salários mínimos (vale para o ano-base);

– Ter exercido atividade remunerada para Pessoa Jurídica, durante pelo menos 30 dias durante o ano (podendo ser consecutivos ou não);

– Ter os seus dados informados pelo empregador de maneira correta na Relação Anual de Informações Sociais – Rais.

  • Qual o valor do Abono Salarial

Em conformidade com a Lei 13.134/15, o Abono Salarial passou a ter um valor proporcional ao tempo de serviço de um determinado trabalhador no ano-base.

O cálculo do valor é feito de acordo com o número de meses trabalhados, multiplicado por 1/12 do valor do salário mínimo vigente na data do pagamento.

O trabalhador deverá ter trabalho pelo menos 30 dias com carteira assinada. Cada mês trabalhado vai equivaler a 1/12 de salário mínimo no valor do benefício em questão, sendo que o período igual ou superior a 15 dias, vai poder contar com sendo um mês integral.

Levando em consideração um salário de R$ 937,00, confira a seguinte tabela:

Meses trabalhados (Dias) Valor Abono
1 (30 a 44) R$ 79,00
2 (45 a 74) R$ 157,00
3 (75 a 104) R$ 235,00
4 (105 a 134) R$ 313,00
5 (135 a 164) R$ 391,00
6 (165 a 194) R$ 469,00
7 (195 a 224) R$ 547,00
8 (225 a 254) R$ 625,00
9 (255 a 284) R$ 703,00
10 (285 a 314) R$ 781,00
11 (315 a 344) R$ 859,00
12 (345 a 365) R$ 937,00

Agora, já sabendo mais sobre o PIS da CAIXA, fique de olho para saber se você possui direito a algum benefício e está sem saber. Aproveite se você verificar que existe a possibilidade de sacar algum valor. Boa sorte!

Posted in Blogging

Permalink

Carbs estão matando seu cérebro?

É OK que pode ser um pouco dramático, mas talvez não tão dramático como você pensaria. As últimas pesquisas parecem confirmar, entre outras coisas, que muito grãos podem aumentar suas chances de transtornos cognitivos graves.

Estamos todos muito familiarizados com Alzheimer e demência. Todos nós esperamos que isso não aconteça conosco. Transformando seus anos dourados em anos de separação e medo. O que poderia ser pior do que não reconhecer aqueles que você ama, não lembrar de sua casa e as coisas que você mais ama? Vivendo num mundo de confusão e medo.

As últimas pesquisas parecem confirmar que os grãos estão conectados a essas aflições. Também estão implicados açúcares e certos aditivos alimentares tais como a frutose. A Clínica Mayo lançou um estudo este ano que afirmou que uma dieta rica em carboidratos é 3,6 vezes mais probabilidade de levar a distúrbios cognitivos do que dietas baixas em carboidratos. O que pode parecer estranho é que uma dieta mais alta em gorduras foi 42% menos propensos a levar a esses distúrbios do que dietas com pouca gordura.

Dr. David Perlmutter é neurologista e presidente do centro de saúde Perlmutter na Flórida. Ele é o autor de um livro recente intitulado “Cérebro de grãos: a verdade surpreendente sobre trigo, carboidratos e açúcar – assassinos silenciosos do seu cérebro”. Este livro descreve em detalhes os efeitos dos grãos e sua relação com distúrbios cognitivos.

Há evidências crescentes de que a doença de Alzheimer pode ser um terceiro tipo de diabetes. Tudo isso é particularmente preocupante considerando que a dieta média dos EUA é de mais de 60% de carboidratos.

Agora nada disso está escrito em pedra. Existem muitos estudos diferentes, médicos diferentes e certamente livros diferentes. No entanto, há definitivamente crescente evidência de que a sobrecarga de carboidratos é responsável por muitas doenças diferentes, incluindo a obesidade, que é uma condição em si.

Assim, se colocarmos tudo juntos, descobrimos que há um enorme aumento na obesidade, uma relação entre carboidratos, grãos e doenças como diabetes, bem como a crescente evidência de que outras doenças como a doença de Alzheimer parecem estar fortemente ligadas a muitos carboidratos.

Então você vê para onde isso está indo. Você pode pensar que a dieta Paleo parece loucura. Certamente alguns de seus apoiadores fazem parecer louco, mas … é uma dieta que defende carboidratos baixos, sem grãos, açúcar baixo e abster-se de alimentos com conservantes. Quando você olha para muita das provas mais recentes, você provavelmente vai chegar à conclusão de que não é tão louco depois de tudo. As chances são boas de que no futuro próximo você vai ver mais evidências on-line, na televisão ou em revistas ou jornais para fazer você pensar novamente sobre Paleo. Adicione a tudo isso os depoimentos e o sucesso que as pessoas estão tendo com Paleo.

Paleo não é apenas sobre a perda de peso. Trata-se de sentir-se melhor e desfrutar a sua vida mais. Trata-se de diminuir suas chances de adquirir terríveis doenças e distúrbios. Mantenha um olho para fora para mais notícias sobre a pesquisa sobre a dieta e a doença, e muito provavelmente você em um ponto ou em outro, pensam sobre dar a Paleo uma tentativa séria.

Para obter mais informações aqui http://www.paleohackscookbookreview.com e http://www.paleohackscookbookrecipes.com

Fonte do artigo: http://EzineArticles.com/expert/Saheem_Al_Kindi/2340649

Posted in Blogging

Permalink

Como terminar Sugar Craving 

Como posso terminar cravings de açúcar?

A maioria dos indivíduos têm lutado o desafio de ânsias de açúcar. Mesmo depois de obter informações sobre os impactos negativos do açúcar, o pensamento de eliminar ou reduzir o seu consumo de açúcar parece ser um feito impossível e ultrajante.

A eliminação progressiva do açúcar da sua dieta pode ser fácil com o apoio de alimentos inteiros nutritivos, além de uma variedade de açúcares naturais alternativos. Os sintomas de abstinência passarão quando o açúcar desaparecer completamente. Isso fará com que o corpo alcançar a saúde e equilíbrio. Quando seu sistema imunológico carece de açúcar, ele será mais forte, seu humor e energia será mais estável, e os desejos vão desaparecer.

Atingir o açúcar para fora

Mesmo sendo libertado do vício em açúcar é um desafio, é profundamente gratificante. A adição progressiva de açúcar da sua dieta melhora tanto a saúde imediata quanto a longo prazo, os estados de espírito e a estabilidade energética. Isso irá ajudá-lo a desfrutar de sabores e prazer de alimentos nutritivos.

É imperativo abordar a eliminação de açúcar de sua dieta por causa do auto-cuidado e auto-amor em vez de punição. Naturalmente, os seres humanos têm uma preferência de doçura quando se trata de comida. No entanto, como o vício do açúcar reduz, o corpo restabelece a sua harmonia natural.

Dicas para eliminar o desejo de açúcar

1. Ajuste para doces mais suaves

O uso de doces excessivamente refinados aumenta o seu desejo e tolerância para doces para padrões insalubres. Fazer uma escolha de edulcorantes naturais suaves permite que seu corpo readjust e livrá-lo dos ciclos de açúcar. O ajuste irá ajudá-lo a começar a desfrutar de sobremesas naturais sem açúcar.

2. Comer frutas inteiras e legumes doces

Uma fruta madura fresca é um bom exemplo de um alimento doce, inteiro. Quando consumido isso era, os açúcares naturais no fruto possuem os minerais exatos, vitaminas, enzimas e combinações de fibras que o corpo requer para a digestão e utilização. Vegetais naturais como panquecas, inhame, beterraba e cenoura também oferecem benefícios semelhantes. Quando você comê-los regularmente, os sabores doces suaves ajuda a frear cravings açúcar.

3. Mastigar bem

Sempre comer carboidratos complexos e grãos bem. Eles geralmente liberam doçura natural para acalmar o sistema nervoso que alivia o excesso de desejo de doces.

4. Equilibrar yin e yang

Na China, o Yin eo Yang são os principais elementos para equilibrar seu corpo. Tudo o que comemos afetará o equilíbrio. Comer alimentos a partir do meio do espectro garante que o equilíbrio permanece estável. O queijo, a carne e os alimentos salgados estão sempre na extremidade de yang da escala quando o açúcar, o álcool, e o café forem yin. Muitas pessoas lutam para equilibrar as duas extremidades deste espectro. Legumes, nozes, grãos integrais e feijão estão no meio da gama. Uma dieta constante vai apoiar o equilíbrio yin / yang do corpo e ajudar a liberar os desejos de açúcar.

5. Beber muita água

A causa mais comum de cravings é desidratação. Sempre que você tem um desejo de agarrar algo doce, tomar um copo de água em seu lugar. Rehydrating é uma excelente maneira de interceptar cravings e trazer de volta um equilíbrio saudável.

6. Exercitar e respirar intensamente

Cravings de açúcar pode resultar de ter muito ácido em seu corpo. Exercício e respiração intensamente muda o PH do corpo para alcalino. Esta técnica é útil mantendo o sangue em movimento e tirando sua mente de cravings.

Sugar craving é uma maneira de informá-lo que o corpo está fora equilibrado ou está faltando alguma coisa. O desejo de açúcar é muito comum como resultado da oferta de alimentos modernos. A chave para sair deste desejo é parar de pensar em açúcar, e começar a pensar em outras atividades, como jogar e tomar alimentos integrais.

Posted in Blogging

Permalink